- x - x - x - x - x - x -

Cachorros ocasionalmente disponiveis

Por vezes lê-se com frequência esta frase feita. Vezes repetidas não se encontra mais nada e maioria das vezes não se entende em rigor o que ela têm implícito.

2pups.jpg - 28 672 Bytes

Cachorros com poucos dias de idade


Um criador têm funções pedagògicas junto dos amantes da raça a que se dedica, e quer, atravès de muito investimento ser especialista. No desempenho da sua função pedagògica cabe-lhe sensibilizar os actuais e novos potenciais proprietàrios, expositores e/ou criadores para valores que devem existir na Cinòfilia=Amor ao Cão.

Incrementar o gosto pela participação desportiva, forma de divulgação e aferição com outros exemplares, apercebendo-se o criador, expositor ou potencial novo proprietàrio de qual a evolução da raça num determinado momento.

Sensibilizar que a opção desportiva têm custos. Taxas, deslocações, estadias e "grooming" de um exemplar de exposição têm valores elevados e que por vezes levam alguns expositores/criadores a parar para pensar e que nem sempre o melhor exemplar fica em primeiro lugar na classificação. Com certeza que um criador tambem pode ter qualidade e ser de topo sem frequentar as exposições.

Mas, provavelmente estes problemas são pequenos se tivermos em consideração o da venda de cachorros. Se um criador não vender a um preço digno, o produto do seu trabalho fatalmente irà parar às mãos de pessoas sem escrùpulos que não têm condições de proporcionar a vida que esperamos que os nossos cachorros recebam. Os compradores deveram ler, falar com diversos criadores, visità-los (nota importante se os criadores aceitarem, acontece que existem abusos e alguns entendem que a sua casa não é museu canino e/ou objecto de especulação, etc...), comparar os diversos exemplares em exposição.

2pups.jpg - 20 480 Bytes

A paixão aprende-se no berço se a genética o possibilitar


Não querendo analisar estritamente a vertente comercial serve isto no sentido de alertar o criador para a defesa dos seus cachorros que è quase sempre o resultado de um trabalho sèrio de selecção e de investimento. Geralmente eu vejo o desenvolvimento de uma raça numa piramide dividida em 3 niveis, no topo superior a selecção, no meio a reprodução e na base a produção. Muitos introduzem no seu discurso inclusive que não pretendem lucros e que a sua actividade é um constante investimento .. . . no entanto cometem-se erros e um deles é o criador se esquecer que a sua prioridade deve de ser o seu próprio programa de criação e criar para si e seus critérios.

Para não fazer acasalamentos que não tenham como fim exclusivo a melhoria do plantel e a procura do exemplar ideal. Não acasalar fêmeas se não tiverem certeza da salvaguarda de alguns destes princípios e a garantia de algumas reservas antecipadas por pessoas credíveis. Em Portugal esta ideia é verdadeiramente dificil.

Não ceder machos para cobrição de uma forma aleatòria a não ser para fêmeas de excelente qualidade e dentro do standard. Manter um preço digno nestes serviços tambèm dignifica e evita a popularidade da raça. Quanto mais popular è uma raça mais prejudicada ela è.

Planificar, calcular, exigir seriedade e dignidade ajuda a preservar cães de raça pura. Não tem interesse manter 15 cães se as condições são para 7 em excelente forma. O criador è uma referencia, guardião de uma història, de uma evolução. São elos de uma corrente de trabalho.

O Boston Terrier têm regra geral filhos de cesariana, dois, três filhos em cada ninhada, as cadelas consoante o seu estado de saùde podem fazer 3, 4 ninhadas e procuraram de seguida ter uma vida digna em casa do criador. Por tudo isto o Boston Terrier è uma raça com um ambiente especial. São peças de colecção e arte em movimento que se move com graciosidade por onde passa.

Lucy.jpg - 61 440 Bytes

JWW00, CH Port, Esp, Int, Gib LeJoy Ana Lucy do Abrigo do Avo


Têm dificuldades acrescidas na selecção devido entre outros aspectos gerais ás marcas brancas assim, por tudo isto são um grande desafio na selecção e apuramento e não gostaria que a raça saísse para uma popularização incontrolada com outros fins.

Faço em media uma ninhada por ano (se possível) um Boston para companhia poderà custar +/- 1000 Euros (na outra Europa, França, Alemanha, etc.. custam em geral mais, depende) e um Boston com qualidade muito promissor poderà não ter preço ou custar significativamente mais. Existe tambem sempre a possibilidade de poder o preço ser acertado em parcerias e nem tudo se resumir a uma frase feita de pet ou exposição, porque não os normais tambèm ?? As suas necessidades alimentares diárias numa ração bem balanciada em média é entre 185 g e 290 g consoante o peso e actividade do exemplar as vacinas anuais e as desparazitações devem estar presente como uma responsabilidade a satisfazer.

Se estes esclarecimentos o satisfazem optimo, se gosta de Boston Terrier, gosta de falar sobre eles, para além de saber o preço e entende que eles lhe transmitem bastante ao ponto de pensar que estarà ao meu alcance poder-lhe dar algum esclarecimento, então escreva que procurarei ser-lhe ùtil com tudo o que estiver ao meu alcance com base na minha experiencia de criador mais antigo em Portugal.


PRINCIPAL HISTÓRIA STANDARD IMAGENS LINKS CONTACTO

Página realizada por: João Carlos Nunes