Alevinos

Home ] Up ] Galeria de Peixes ] [ Alevinos ]

 

ALEVINOS

Abaixo, vou descrever os itens mais importantes, para que os principiantes eliminem as suas dúvidas em relação aos alevinos e não tenham grandes traumas ao tentarem reproduzir peixes ornamentais em cativeiro.

1 - Tipos de alevinos:

Temos na sua maioria, os alevinos que nascem através da eclosão de ovos ou óvulos (ovíparo) que tem sua postura pela fêmea grávida  em folhas das plantas do aquário, em troncos e também nas pedras do substrato. Outro tipo de alevino é o que nasce directamente da fêmea, são os chamados ovovivíparos, este tipo de  alevinos tem os óvulos incubados  no ventre da mãe, sendo os alevinos expelidos já nadando normalmente e tendo a forma física dos pais.

2 - Aquário para criação de alevinos: 

O ideal é que seja um aquário já com a água estabilizada, com filtro, termostato e aquecedor, iluminação bem fraca (isto fará com que os alevinos não se estressem), sem substrato, plantas e enfeites. Um aquário nestas condições irá facilitar manejo, a manutenção  e a observação atenta dos alevinos.

3 - Cuidados a tomar:

Fazer a manutenção da água (troca parciais) após uma semana da instalação dos alevinos, tendo o cuidado em usar uma água descansada e com a temperatura igual a do aquário, isto é muito importante pois uma queda ou aumento de 2º C na temperatura da água pode causar um choque térmico. Cuidar da higiene do aquário, nunca deixando restos de comida que não tenha sido consumida no fundo do aquário. Lavar bem as mãos ao manusear a água ou alimentos. Retirar imediatamente qualquer alevino morto do aquário. 

4 - Alimentação:

Este item é o que causa maiores preocupações aos novatos, pois na maioria das vezes esquecem-se de pesquisar e providenciar a alimentação dos alevinos, vindo a pensar nisto depois do acasalamento e reprodução dos mesmos. Os alevinos normalmente nascem com um saco de alimento no seu abdome, este saco é chamado de "saco vitelino", que irá alimentar os alevinos entre os primeiros três a cinco dias de nascimento, após este período, o aquarista deve oferecer alimentos aos mesmos. O tipo de alimentos deve ser de acordo com o tipo de alevino e suas preferências. Existem no mercado diversas rações apropriadas para alevinos, porém eu vou vos falar em rações caseiras, que são mais baratas e naturais. Um outro factor importante é quanto ao tamanho dos alevinos, onde o alevino muito pequeno, tem a boca diminuta, portanto o alimento também deverá ser diminuto (infusórios por exemplo), o alevino médio e o grande. Cada espécie tem suas indicações de tratamento para alevinos, uns em poucos dias já podemos oferecer alimentos iguais ao dos adultos, outros levam mais tempo, o melhor a fazer é pesquisar sobre a espécie que está sendo reproduzida, providenciar a alimentação e só depois pensar na reprodução.

5 - Algumas receitas de alimentos para alevinos:

- INFUSÓRIOS (cultura) indicado para alevinos muito pequenos:

São microorganismos (protozoários) os quais podem ser obtidos através da infusão de folha de alface em água envelhecida, folha está que deve ser seca ao sol. Colocar a folha de alface seca num recipiente plástico, com mais ou menos 3 a 5 litros de água envelhecida (água retirada na troca parcial ou de uma sinfonagem do aquário), o recipiente deve ser colocado num local com bastante claridade, podendo até apanhar um pouco de sol (da manhã), apenas tomar cuidado para a água não aquecer em demasia. Em poucos dias já teremos os infusórios reproduzidos, formando verdadeiras nuvens devido a quantidade de microorganismos, a partir dai, podemos oferecer aos filhotes este excelente alimento. A maneira de oferecer os infusórios mais segura é fazendo uso de um conta gotas em pequenas quantidades de 2 em 2 horas.

- LARVAS DE LEITE (cultura) indicado para alevinos muito pequenos:

Colocar num recipiente (pode ser litros de refrigerante com o gargalo cortado) mais ou menos 11/2 litros de água de um aquário em uso, colocar algumas gotas de leite de vaca fervido ( de 6 a 10 gotas). A partir do terceiro dia, colocar mais três gotas de leite, ai é só indo acrescentar as gotas de leite de três em três dias. Após a primeira semana já poderemos notar o aparecimento de minúsculas larvas movendo-se  no líquido, com o aumento das larvas, forma-se uma nuvem branca como acontece com os infusórios. A partir dai é só oferecer aos alevinos várias vezes ao dia em pequenas quantidades, usando um conta-gotas.

- ARTÉMIA SALINA - indicada para alevinos de tamanho médio a grande

São uns bichinhos avermelhados de mais ou menos 1 cm de comprimento, com alto valor nutritivo e rico em gordura, que os peixes adoram. São facilmente encontrados em lagos salgados. Os ovos deste bichinho são comercializados e tem um preço bastante "salgado" (caro). Os ovos podem  serem armazenados por um longo tempo. Quando necessitar, basta colocar os ovos em água salgada com aeração constante e temperatura adequada e eles vão eclodir, teremos então as artémias para serem oferecidas aos peixes. Também podemos encontrar no mercado a artémia salina congelada, liofilizadas e hidratadas.

6 - Devo separar os pais dos alevinos ?

Com poucas excepções como os acarás que tratam dos alevinos e lhes dão protecção e ainda fornecem através do muco de sua pele, que os alevinos comem e se alimentam, a grande maioria dos peixes devem serem imediatamente separados dos alevinos logo ao nascer, pois estes adultos adoram devorar os seus filhotes. Portanto pesquise a respeito dos pais, caso sejam devoradores de alevinos, devem ser separados assim que os alevinos venham a nascer.