O LLARGUET ESPANHOL

 

Esta variedade de canário apareceu em Espanha na região de Castellon por altura de 1975. Foi posteriormente aparecendo nas várias exposições com realce para os Campeonatos de Espanha de Denia 1994, Alicante 1995 e finalmente Reinosa 1996, a Comissão Técnica de Porte reconhecia-o como raça de porte para Espanha, com o nome de LLARGUET ESPANHOL, decisão referendada por Assembleia da F.O.C.D.E. em Junho de 1997, em Madrid.

Assim, a partir desse ano pode ser apresentado em concursos, para posteriormente o ser à C.O.M. com vista ao seu reconhecimento internacional e cuja homologação oficial aconteceu em Janeiro de 2003 no Campeonato Mundial em Amiens-França.

Esta raça tem 8 rubricas no julgamento do se standard, que são:

1 – POSIÇÃO – 20 PONTOS

Erguida, formando um ângulo de 60º.

2 – CORPO PEITO E DORSO – 20 PONTOS

Corpo: alongado, ligeiramente cilíndrico e fino.

Dorso: estreito, delgado, sem proeminências.

Peito: estreito, delgado sem proeminências.

3 – ASAS E CAUDA – 15 PONTOS

Asas: muito longas, aderentes ao corpo, sem se cruzarem.

Cauda: muito longa, estreita e ligeiramente bifurcada, terminando em forma de M.

4 – TAMANHO – 15 PONTOS

Mínimo de 17cm.

5 – CABEÇA E PESCOÇO – 10 PONTOS

Cabeça pequena e oval, com bico cónico e bem proporcionado.

Pescoço médio, delgado, destacando a cabeça do corpo.

6 - PLUMAGEM E COR – 10 PONTOS

Plumagem curta, lisa, compacta e aderente ao corpo.

Cor uniforme ou variegada. É admitido o vermelho.

7 – PATAS E COXAS – 5 PONTOS

Patas longas e ligeiramente flectidas.

Coxas visíveis e cobertas de penas curtas.

8 – CONDIÇÃO GERAL – 5 PONTOS

Saúde e higiene perfeitas e boa adaptação à gaiola de exposição.

A gaiola de exposição é a mod. B (abaulada) com um poleiro em cima.

<a href="http://www.top100birdsites.com/in.php?site=327"><img src="http://www.top100birdsites.com/button.php?site=327" border="0"></a>