voltar ao ínicio

 

http://Evasoes.site.vu - Evasões de um sonhador

 

Eu

Sobre mim

quem sou eu

fotografias

instante

aos olhos de alguém

Agenda

Escolhas

 

Palavras soltas

Evasões de um sonhador

Arquivos

 

Dream

Definição

Sobre os sonhos

Superstições

sonhos

signos do zodíaco

 

Gostos

Fotografia

Poesia

 

Na internet

IRC

PTnet

BRASnet

#Ðream

noticias do IRC

rapazes

raparigas

Links

arte

diversos

informação

páginas pessoais

utilidade

 

Link me

Mailing List

Livro de visitas

Fórum

Contactos

 

Estatísticas e Outros

total de visitas

 

Dream © 2004

 

.:: Segunda-feira, Abril 26

La Bruyere

A demasiada atenção que se dedica a observar os defeitos alheios faz com que se morra sem ter tido tempo para conhecer os próprios.

 

[ 23:53 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Domingo, Abril 25

Revolução dos Cravos

Onde estavas à 30 anos atrás?

... eu não estava, ainda não tinha nascido.

 

[ 02:10 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Sexta-feira, Abril 23

Dieta pelas leis da Termodinâmica

Todos nós sabemos que uma caloria é a energia necessária para aquecer 1g de água de 21,5° a 22,5°C. Não é necessário ser nenhum génio para calcular que, se o ser humano beber um copo de água fria, aproximadamente com 0°C, necessita de 200 calorias para aquecer 1°C esta água.

Para haver equilíbrio térmico com a temperatura corporal, são necessárias aproximadamente 7400 calorias para que estas 200g de água alcancem os 37° C da temperatura corporal (200 g X 37°C). Então, esta é a quantidade de energia necessária para manter a temperatura do nosso corpo a uma temperatura constante de 37° C. E, para manter esta temperatura, o corpo usa a única fonte de energia disponível: a gordura corporal. Ou seja, ele precisa de queimar gorduras para manter a temperatura corporal estável.

A termodinâmica não nos deixa mentir sobre esta dedução. Assim, se uma pessoa beber um copo grande de cerveja (aproximadamente 400 g à temperatura de 0°C), esta perde aproximadamente 14.800 calorias (400g x 37°C). Agora, não nos vamos esquecer de descontar as calorias da cerveja, aproximadamente 800 calorias para 400 g de cervejas. Temos então, que uma pessoa perde aproximadamente 14.000 calorias com a ingestão dum copo de cerveja fria. Obviamente, quanto mais fria for a cerveja maior será a perda destas calorias. Sendo o desejo comum, e como está claro a todos, muito mais efectivo do que, por exemplo, andar de bicicleta ou correr, nos quais são queimadas aproximadamente 1000 calorias por hora.

Amiguinhos, emagrecer é muito simples, basta beber cerveja bem gelada, em grandes quantidades e deixarmos a termodinâmica cuidar do resto.

Saúde para todos!

:x

 

[ 23:39 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Quinta-feira, Abril 22

Conflitos

Esperar que o outro dê o primeiro passo, significa imaginar-se superior a ele. Coloque-se sempre no lugar do outro. Renuncie por algum tempo a sua opinião, o seu julgamento, afim de compreender o outro.

Muitos conflitos podem, assim, ser evitados.

 

[ 23:54 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Quarta-feira, Abril 21

Não entendo…

Por mais que tente, há coisas, ou melhor, pessoas que não as entendo…

Por exemplo, aquelas pessoas que dizem "está sempre no último lugar que tu procurarias". É lógico que está sempre no último lugar... Por acaso eu sou tolinho para continuar a procurar noutros lugares depois de ter achado?

Não entendo… Pessoas que perguntam: "Posso fazer uma pergunta?". Hmmm, Realmente não me deixou muita escolha, não é my friend?

Simplesmente não entendo… Pessoas que perguntam: "Foi golo?", quando toda a gente se encontra a gritar por golo…

É que não entendo mesmo… Pessoas que te abrem a porta de casa e vêm-te ensopado e perguntam: "Está a chover?", Sinceramente, eu não acho que uma pessoa destas pense! Não, não está a chover! Foi um bando de passarinhos que me cuspiu de uma só vez!

Nem sei se posso entender…

Humpff..

 

[ 23:54 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Terça-feira, Abril 20

Reflexões…

Dr. David Reuben dizia que o casamento é como uma longa viagem num pequeno barco a remos.

Se um passageiro começar a balançar o barco, o outro terá que estabilizá-lo, caso contrário, os dois afundar-se-ão juntos.

Não se esqueça que, as conquistas mais importantes são as que semeamos e colhemos juntos.

 

[ 22:49 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Sábado, Abril 17

Receita: Como fazer amor



Ingredientes:

- 4 olhos
- 4 pernas
- 4 braços
- 2 pacotes de leite
- 2 ovos
- 1 tigela
- 1 banana


Instruções:

1- Olhe dentro dos olhos;
2- Com os braços, afaste as pernas;
3- Aperte e massaje os pacotes de leite delicadamente;
4- Coloque suavemente a banana na tigela, retirando-a logo de seguida.

Repita o procedimento até adquirir uma consistência cremosa.

Observação: Para melhores resultados, continue massajando os pacotes de leite.

5- Ao elevar-se a temperatura, mergulhe a banana profundamente na tigela, cubra com os ovos e deixe-a humedecer preferencialmente (NÃO pernoitar).

O bolo estará pronto quando a banana amolecer. Caso isso não ocorra, repita os passos de 3 a 5 ou troque de tigela.

Notas importantes:
-Se você se encontra numa cozinha que lhe é estranha, lave bem os utensílios antes e após o uso;
- Não lamba a tigela depois de usada;
- Caso o bolo cresça, fuja.


(encontrei este texto perdido no meio do meu arquivo de documentos! Não havia necessidade, mas em estação primaveril resolvi partilhar com vocês :x )

 

[ 22:16 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Quinta-feira, Abril 15

Desabafos…?

Nada no mundo é mais perigoso que a ignorância sincera e a estupidez consciente.

Martin Luther King Jr.

 

[ 21:00 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Terça-feira, Abril 13

Humanização na Unidade de Cuidados Intensivos

unidade de cuidados intensivos (img by sti.upmc.edu)
" imagine-se num ambiente com temperatura sempre constante, seja verão ou inverno, luz artificial sem distinção do dia ou da noite, fazendo com que a noção do tempo perca sentido, os ecrãs dos monitores com as suas luzes esverdeadas e vermelhas, com uma linguagem própria, e quase uma voz nos sons ritmados e contínuos dos ventiladores ... "


Vamos brincar ao faz de conta?

Você é um inexperiente em medicina, certo? Não percebe nada de Unidade de Cuidados Intensivos…

Digamos que foi internado numa Unidade de Cuidados Intensivos (não fique preocupado, pois não foi nada grave!), às tantas, duas funcionárias (mulheres, portanto!) anunciam que está na hora do banho. Quando você decide levantar-se para ir até o chuveiro...

- Nada disso, o banho será no leito! Ordens médicas! Logo em seguida, você já está totalmente nu e com uma vergonha terrível.

Como se não bastasse esse constrangimento, quando é virado para um dos lados...

Ah, minha nossa! Uma senhora acompanha atentamente todo o desenrolar do espectáculo.

Nisto, você pensa:

- Humpff…, podiam colocar, pelo menos, um biombo.

Nas horas seguintes, outras cenas se sucedem. Primeiramente, um senhor, com um tubo enfiado na boca, debate-se e contorce o corpo de um lado para o outro. Enquanto dois enfermeiros procuram contê-lo, um terceiro funcionário, Fisioterapeuta, introduz um outro tubo mais fino dentro do anterior e explica, em voz alta:

- Sossega valente! Isto é para tirar as secreções do pulmão.

Como esta cena acontece bem em frente à sua cama, você não pode deixar de notar o rosto do homem, completamente vermelho, como se todo o sangue do corpo lhe tivesse subido à cabeça.

O seu coração dispara...

Depois disso, o local volta a ficar mais tranquilo.

Não fosse aquela orquestra desafinada de alarmes, apitos, pessoas falando e pacientes gemendo, até daria para descansar um pouco. Lógico, que alguma alma caridosa se tivesse lembrado de apagar a luz, reduzir o volume dos alarmes dos equipamentos e regular a potência do ar condicionado: parece um frigorífico!

Um relógio de parede marca três horas e quinze minutos da madrugada. O cansaço já é tanto, que os seus olhos estão a ficar pesados...

Mas, de repente, o salão é tomado por um súbito frenesi. Um alarme soa e vários enfermeiros rodeiam o leito onde está um rapaz. A sua expressão é lívida, os lábios arroxeados e os olhos parados. E você ali, imponente, diante daquela cena perturbadora.

Entre um emaranhado de soros pendurados e vozes de comando, pode-se ver claramente o médico aplicando compressões contra o peito do jovem. De tempos em tempos, é disparado um choque eléctrico, ao que o corpo inerte se contorce convulsivamente.

Depois de quase trinta minutos, tudo se aquieta novamente. Os funcionários afastam-se, resignados, enquanto o corpo jaz sobre o leito.

Este episódio dificilmente se apagará da sua memória, não é verdade?

Afinal, você acompanhou tudo, de um lugar bastante privilegiado!

Um funcionário, porém, percebe que você está a acompanhar a cena e procura acalmá-lo:

- Então, chefe, o senhor precisa de relaxar um pouco!

Pronto, lá se foi o seu nome de embrulho...

Muito bem, fim da história. Se ela lhe parecer familiar, não terá sido mera coincidência...

Não podemos, porém, deixar de levar em consideração - e respeitar! - as impressões e sensações dos pacientes conscientes, que experimentam períodos de internamento na Unidade de Cuidados Intensivos.

Por isso, este relato, embora feito por um paciente fictício, não deixa de servir de alerta. Afinal de contas, estamos a falar de alguém amedrontado pela própria perspectiva de uma doença grave, isolado dos familiares e amigos, num ambiente - na maioria das vezes - frio, com odores e ruídos estranhos, cercado de máquinas ameaçadoras e tratado pelos profissionais de forma impessoal, ou até distante. Como se não bastasse, ainda ouvindo conversas sobre pacientes em estado grave, ou à beira da morte - que talvez seja ele próprio, tendo o seu corpo e intimidade manipulados mecanicamente, resignando-se em evacuar e urinar no próprio leito, disponibilizando a sua integridade física para ser trespassado por um sem - número de tubos, sondas e fios, muitas vezes sem saber se é dia ou noite ..., e, pior ainda, com escassa ou nenhuma informação.

Pensem bem: não será, de facto, muita presunção da nossa parte querer que esse indivíduo leve consigo as melhores recordações desses momentos?

- Ah, mas não há solução, dirão alguns cépticos. É o preço a pagar pela eficiência de tratamentos agressivos, mas capazes, na maioria das vezes, de salvar a vida de alguém.

Em parte, têm razão os que assim argumentam, pois acreditamos que a imensa maioria das pessoas está disposta a passar maus bocados para sobreviver. Mas é certo também que, para atenuar essa difícil experiência de vida, há alguns meios relativamente simples e eficazes, de que nos poderemos valer, se necessário...



" não podemos admitir que se deixem de lado atributos básicos do ser humano, que este não é apenas um ritmo cardíaco ou respiratório, e muito menos taxas de sódio, potássio ou ureia, mas sim, e sobretudo um pensamento, uma consciência, uma história, uma família e um destino... "


(Agradeço a leitura integral do post, mas penso que valeu a pena. Este texto foi feito no âmbito de um trabalho que desenvolvi sobre Unidade de Cuidados Intensivos, serviço onde exerço profissionalmente a minha actividade)

 

[ 21:58 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Segunda-feira, Abril 12

Certo Vs Errado...

O certo não está errado. É o errado que não está certo!

 

[ 17:45 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Domingo, Abril 11

Uma das maiores proezas médicas

proeza da medicina (img by tilleysphoto.com)
Muitos de vós já ouviu e viu falar desta enorme proeza. Uma equipa médica americana conseguiu fazer um transplante de oito órgãos numa bebé de seis meses. Os órgãos doados pertenciam a um bebé de um ano. O número de órgãos transplantados é recorde. O último recorde em transplantes foi de sete órgãos, também realizado por Tzakis (líder da equipe médica), em 1997.

A operação durou 12 horas, a bebé de nacionalidade italiana, Alessia Di Matteo, recebeu fígado, estômago, pâncreas, intestino grosso e delgado, baço e dois rins. Num total de oito órgãos. A bebé tinha uma doença fatal do sistema digestivo em que os músculos dos órgãos fazem movimentos involuntários.

A doença de Alessia foi diagnosticada por ecografia quando ainda estava no útero materno. Se não fosse tratada, a doença matá-la-ia.

Segundo Tzakis, o primeiro ano será decisivo para a sobrevivência de Alessia, mas, por enquanto, encontra-se bem de saúde.


Resta-nos aguardar pelo melhor desfecho!

 

[ 11:42 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Sexta-feira, Abril 9

Felicidade

Carlos Drummond de Andrade dizia, a cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade.

A felicidade não está em viver, mas em saber viver.

 

[ 22:59 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Quarta-feira, Abril 7

Dia Mundial da Saúde

É hoje que a Organização Mundial da Saúde (OMS) comemora o aniversário da sua fundação em 1946. Todos os anos este dia é dedicado a um determinado tema de saúde.

Este ano o tema é "O Acidente Rodoviário é evitável".

O lema para o Dia Mundial da Saúde 2004 visa avisar que nós, os seres humanos, somos capazes de resolver os problemas, se nos debruçarmos sobre eles.


Links:
- Organização Mundial de Saúde
- Ministério da Saúde: Direcção-Geral da Saúde

 

[ 16:57 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Terça-feira, Abril 6

Cit by…

Albert Einstein,

"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor... Lembre-se: Se escolher o mundo, ficará sem o amor, mas se escolher o amor, com ele conquistará o mundo!"




Albert Schweitzer,

"A tragédia do homem é o que morre dentro de si enquanto ele ainda está vivo."

 

[ 17:13 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Segunda-feira, Abril 5

Amizade…

Carlos estava de volta para casa, vinha da escola, um dia, quando ele percebeu que o miúdo que andava na frente dele tinha tropeçado e deixado cair todos os livros que ele estava a carregar, uma bola de futebol, e um pequeno "walkman". Carlos ajoelhou-se e ajudou o miúdo a pegar os seus objectos que estavam espalhados pelo chão. Já que ambos estavam indo na mesma direcção, Carlos ajudou a carregar parte dos objectos. Enquanto caminhavam, Carlos descobriu que o nome do miúdo era Rui, que ele adorava jogos de vídeo, futebol e história, que também estava a ter muita dificuldade com algumas disciplinas da escola, e que tinha acabado de terminar com a sua namorada.
Chegaram à casa de Rui primeiro, onde Carlos foi convidado a entrar para beber uma Coca-Cola e ver um pouco de televisão. A tarde passou agradavelmente com algumas risadas e uma conversa de vez em quando, até que Carlos decidiu ir para casa. Eles continuaram a encontrar-se na escola, almoçavam juntos de vez em quando, até que ambos terminaram o 12º ano. Ficaram na mesma faculdade, onde continuaram amigos ao passar dos anos. Finalmente, o tão esperado último ano da faculdade chegou e, 3 semanas antes da bênção, Rui pediu a Carlos se poderiam conversar um pouco. Rui lembrou Carlos daquele dia, anos atrás, quando eles se conheceram.

Rui perguntou: "- Tu nunca me perguntaste porque é que eu estava a carregar tantas coisas para a minha casa naquele dia! Eu estava a limpar o meu armário na escola, porque não queria deixá-lo desarrumado para a próxima pessoa que o fosse usar. Naquele dia, eu tinha escondido alguns dos calmantes da minha mãe e estava a ir para casa para cometer suicídio. Mas depois de termos passado aquele dia juntos, conversando e rindo, eu percebi que se eu me tivesse matado, eu teria perdido aquele momento e tantos outros que estariam por vir. Então, estás a ver Carlos, que quando me ajudaste a pegar aqueles livros do chão naquele dia, fizeste muito mais do que somente ajudar-me. Salvaste-me a minha vida..."



Cada pequeno "olá", cada pequeno sorriso, cada pequena ajuda é capaz de salvar um coração ferido.

Há um milagre chamado "Amizade". Você não sabe como ela aconteceu ou quando começou, mas você sabe a alegria que ela traz e percebe que a "Amizade" é um dos dons mais preciosos podemos gozar.

Os amigos são realmente jóias preciosas. Eles fazem-nos sorrir e encorajam-nos para o sucesso. Eles estão sempre ali para nos ouvir, para nos elogiar, e estão sempre de corações abertos para nos receber.

Não deixe de mostrar aos seus amigos o quanto você se importa com eles... Mostre aos seus amigos o quanto você os valoriza e o que eles significam para si.


Boa semana!

 

[ 01:02 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



.:: Quinta-feira, Abril 1

Momento de loucura…


Quando te encontrar...
Levar-te-ei até à cama...

Sem pedir licença...
Tocar-te-ei em todo o teu corpo,

E sadicamente...
Te possuirei!

Vou-te deixar com uma enorme
Sensação de cansaço...

Entregue!

Lentamente...
Vou-te fazer sentir arrepios,

Fazer-te suar...

Profundamente!

Irás gemer...
Até chorar.

Deixar-te-ei ofegante,
Tirar-te-ei o ar,

A tua cabeça pulsará.

Da cama…
Não conseguiras sair...

E quando terminar,
Irei embora.


Até à próxima...

Assinado: A Gripe

 

[ 01:25 ] por Gonçalo Trafaria · |

 

 



 

· Dream Copyright © 2004 Todo o conteúdo com direitos reservados ·